Dicas . Clima seco, olho seco!!!

Drº. Francisco Seixas Soares
crm 87.358
Oftalmologista Gran Clinic

A diminuição da umidade relativa do ar pode afetar nossa saúde de algumas formas. Do ponto de vista ocular, pode desencadear ou intensificar uma doença muitas vezes desapercebida, o olho seco.

Olho seco é definido como distúrbio lágrima, em que alterações qualitativas ou quantitativas do filme lacrimal desencadeiam alterações da superfície do olho, originando sintomas e desconforto. A lágrima desempenha funções essenciais para o olho: regularização da superfície ocular, transporte de oxigênio, propriedades bactericidas e imunológicas, cicatrização adequada, função de barreira e eliminação de partículas estranhas como poluição e poeira. Os sintomas são, geralmente, inespecíficos: olho vermelho, coceira, dificuldade em abrir os olhos no sol ou pela manhã, sensação de areia e até embassamento da visão. Pode também ocorrer piora em determinadas situações como uso do computador, leitura prolongada, ambientes empoeirados, na presença de ar condicionado e em locais ou situações com reduzida umidade relativa do ar, ou seja clima seco. O exame oftalmológico é importante para o diagnóstico e classificação da intensidade do olho seco, além de descartar algumas doenças que podem estar associadas. O tratamento é específico para cada grau de intensidade da deficiência do filme lacrimal. A correção do filme lacrimal promove conforto visual, desaparecimento dos sintomas e prevenção de doenças da superfície ocular, como infecções e cicatrizes.