Artigos . Pele e gestação

Dra. karina Gonçalves Nunes
crm 127.072
Dermatologista Gran Clinic


A gravidez representa um período de intensas modificações para a mulher. Praticamente todos os sistemas do organismo são afetados, entre eles a pele. A maioria das mudanças no corpo feminino decorre de alterações hormonais e/ou mecânicas, sendo necessários alguns cuidados especiais nesta fase.

O uso de fotoprotetores de amplo espectro é essencial para a prevenção das alterações pigmentares (manchas na pele), bastante freqüentes neste período.

A utilização de hidratantes e o controle do peso também deverão ser encorajados como forma de tentar evitar o surgimento de estrias. As grávidas devem hidratar muito bem a pele, mas não devem pensar apenas no abdômen. Precisam hidratar também as coxas, costas e mamas, pois estes locais também aumentam na gravidez e onde as estrias podem aparecer.

Os efeitos da gravidez sobre a acne são imprevisíveis. Algumas mulheres que já tinham espinhas antes de engravidarem apresentam melhora das lesões, enquanto outras podem apresentar acne pela primeira vez durante a gestação. Alguns tratamentos podem ser realizados, sendo necessário acompanhamento médico, já que algumas drogas, como o ácido retinóico, são contra-indicadas durante este período.

Há um aumento no volume dos cabelos devido ao prolongamento da fase de crescimento dos mesmos, especialmente no terceiro trimestre. Já no pós-parto, geralmente entre o 4º e o 8º mês, observa-se com freqüência um aumento da queda destes fios, o que tende a normalizar em alguns meses. Eventualmente, algumas mulheres apresentam uma queda mais acentuada e necessitarão de avaliação e tratamento adequados.

As unhas também são afetadas, podendo apresentar fragilidade e descolamentos.

O uso de qualquer tipo de cosmético durante a gravidez deve ser cauteloso e o médico deverá ser sempre consultado.