Artigos . Catapora (Varicela)

Dra. Cristiane Yoshie Nakazawa
CRM 129190
Pediatra e Hematologista Pediátrica – Gran Clinic

 

1)     O que é a catapora?

A catapora, também conhecida como varicela é uma doença infecciosa aguda causada pelo vírus Varicela-Zoster. Esta doença, altamente contagiosa, costumava ser muito comum na infância antes da introdução da vacinação. Geralmente é benigna, evolui sem sequelas mais graves.  É mais comum na faixa pediátrica entre 1 a 10 anos de idade.

2)     Quais são os sintomas da catapora?

Os primeiros sintomas são: febre, mal-estar, falta de apetite, cansaço e dor de cabeça.  Após 24 a 48 horas do início dos sintomas, surgem as lesões de pele caracterizadas por bolinhas avermelhadas, que evoluem para pequenas bolhas cheias de líquido que se rompem, surgem as feridas e posteriormente formam crostas. Podem ser acompanhadas de coceira e desconforto importante.

catapora

3)     Qual é a forma de contágio?

Se você ainda não teve catapora ou não recebeu a vacina, você pode contrair a doença através do contato direto através da saliva ou secreções respiratórias da pessoa infectada (tosse, espirros) ou por contato com o líquido do interior das vesículas. O período de incubação dura em média 15 dias e a recuperação completa ocorre de 7 a 10 dias depois do aparecimento dos sintomas.

4)     Qual é o tratamento?

O tratamento visa basicamente aliviar os sintomas. São administrados anti-térmicos/analgésicos para controle da febre e da prostração e anti-alérgicos para controle da coceira. Nos casos mais graves, especialmente em pacientes imunodeprimidos e adultos, podem ser administrados medicamentos anti-virais. Recomenda-se não administrar aspirina ou outros medicamentos contendo ácido acetilsalicílico (AAS) para baixar a febre em crianças com a doença.

5)     Quando meu filho dever ser vacinado?

A vacina deve ser administrada em 2 doses a partir dos 12 meses, e a 2ª dose deve ser aplicada entre 4 a 6 anos de idade. Adolescentes e adultos com baixa imunidade ou que passarão por tratamentos de quimioterapia e radioterapia também devem receber a vacina.

6)     Quais são as recomendações?

  • Prevenção através da vacinação
  • Evite contato direto com pessoas doentes
  • Não coçar as feridas para diminuir o risco de infecções por bactérias e a formação de cicatrizes
  • Não arranque as crostas que se formam quando as vesículas regridem
  • Mantenha o paciente em repouso enquanto tiver febre
  • Mantenha o paciente em casa, uma vez contaminado, longe do convívio social, e esperar que as lesões da pele cicatrizem, para só aí retomar sua rotina normal.
  • Ofereça-lhe alimentos leves e muito líquido